Verlander aremessa No-Hitter

Justin Verlander's No-Hitter
Verlander comemora no-hitter

Parece que, assim como em 2010, 2011 também será o “ano dos pitchers”. Três noites atrás, o U.S. Cellular Field foi palco do primeiro no-hitter na temporada, quando Francisco Liriano, pitcher dos Twins, não cedeu nenhuma rebatida aos White Sox durante toda a partida. Hoje, foi a vez de Justin Verlander calar um ataque. Mas isso não foi novidade para ele.


Em 12 de junho de 2007, em seu segundo ano na Major League, Verlander teve um desempenho fenomenal em uma partida de Interligas. Enfrentando os Brewers, o starter dos Tigers arremessou um no-hitter, primeiro da franquia desde 1984 e primeira na história do Comerica Park, estádio de Detroit. Na ocasião, Verlander eliminou 12 adversários por strikeout, enquanto cedeu 4 walks, na vitória de sua equipe por 4 a 0.

Na noite deste sábado, Justin repetiu a dose. Dessa vez, a vítima do no-hitter foi a equipe do Toronto Blue Jays. O ace dos Tigers manteve o Perfect Game até a oitava entrada, quando cedeu um walk para J.P. Arencibia. Foi a única vez que os Jays tiveram um jogador em base. Curiosamente, Verlander enfrentou o número mínimo (27) de adversários para uma partida completa, pois no at-bat seguinte, Edwin Encarnacion caiu numa double play, resultando também na eliminação de Arencibia.

No total, foram 108 arremessos, dos quais 74 foram strike. Foram 4 eliminações por strikeout, além do walk citado anteriormente. A partida teve duaração de 2 horas e 35 minutos, e ocorreu no Rogers Centre, casa dos Blue Jays. Esse foi o 7º no-hitter na história da franquia de Detroit.

Parabéns Justin Verlander!

Autor do post

Blog do Beisebol (Guilherme Shiniti)


2 Comentários

  • JOGAÇO DO VERLANDER!!! E olha que essa lineup do Jays nao é nenhuma porcaria não! Mas quando é dia do pitcher, já viu né? Aposto que ele vai levar no minimo um Cy Young na carreira.

    • Também sou dessa opinião Lucas. Se bem que a concorrência é bem grande, têm vários pitchers de elite na AL (apesar de eu achar que a NL tem mais tops) e ainda temos visto vários jovens começando a se destacar.

      Obrigado por comentar!

Deixe uma resposta para Blog do Beisebol Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *