O Beisebol é um esporte pouco divulgado e, consequentemente, pouco praticado no Brasil. Infelizmente, muitas pessoas pensam que o jogo se resume em “rebater uma bolinha”. Porém este é um grande erro. Através deste guia, o Blog do Beisebol tem o objetivo de explicar o básico deste fascinante (e complexo) esporte.


 

Entradas (Innings)

No beisebol, as equipes se revezam em turnos de ataque e defesa. Enquanto uma se defende, a outra ataca. Quando um turno se encerra, as equipes trocam de posição: quem atacava passa a defender e quem defendia passa a atacar. A cada dois turnos, completa-se uma entrada (inning). O jogo termina com nove entradas. Caso ao final dessas nove entradas os times estejam empatados, são jogadas entradas extras, até que alguma equipe abra vantagem e saia vitoriosa.

 

Ataque x Defesa

Durante um turno de ataque, o time é representado por apenas um jogador por vez para tentar a rebatida. Já o time que está na defesa atua com nove jogadores distribuí­dos no campo:

Defesa no baseball

 C = Catcher (resposável por recepcionar as bolas arremessadas pelo pitcher)

 P = Pitcher (responsável por realizar os arremessos do time, em busca da eliminação adversária)

1B = First Baseman ou 1ª Base (responsável por defender o lado direito do infield e realizar eliminações na primeira base)

2B = Second Baseman ou 2ª Base (responsável por defender o lado centro-direito do infield e realizar eliminações na segunda base)

SS = Short Stop (responsável por defender o lado centro-esquerdo do infield e realizar eliminações na segunda base)

3B = Third Baseman ou 3ª Base (responsável por defender o lado esquerdo do infield e realizar eliminações na terceira base)

RF = Right Fielder (responsável por defender o lado direito do outfield)

CF = Center Fielder (responsável por defender a porção central do outfield)

LF = Left Fielder (responsável por defender o lado esquerdo do outfield)

Pode-se dizer que a figura de destaque na defesa é o Pitcher (Arremessador). Sua função é arremessar a bola para o catcher, que deve recepcioná-la. O objetivo do arremesso é atingir a “zona de strike”, uma área imaginária que se localiza entre os ombros e os joelhos do rebatedor (representado pelos pontos vermelhos na figura). À partir do arremesso, três situações podem ocorrer:

-STRIKE  

É o objetivo do pitcher. Existem três formas de se conseguir o strike:

1- Arremessar a bola na zona de strike e o rebatedor não tentar a rebatida (called strike);

2- Arremessar a bola em qualquer área e ao tentar a rebatida, o rebatedor não acerta a bola (swinging)

3- O rebatedor manda a bola para uma área considerada “fora do campo”, tornando-se uma foul.

 -BALL

Caso o arremesso do pitcher não atinja a zona de strike e o rebatedor não tente a rebatida, é considerado ball. A cada quatro balls contra um mesmo adversário em uma de suas passagens pelo ataque, o arremessador cede um Walk, que consiste na passagem automática do rebatedor para a 1ª base. Caso já exista um jogador do time na 1ª base, ele avançará para a 2ª base e o rebatedor que recebeu o Walk vai para a 1ª base.

-BOLA EM JOGO

Se o jogador de ataque conseguir rebater a bola para a parte “dentro de campo” (fair), será considerada bola em jogo. À partir daí­, ele pode chegar em base, anotar/impulsionar corridas ou ser eliminado.

 

 

Eliminações

Quando um time está na defesa, seu objetivo é eliminar três adversários para que ocorra a mudança de turnos e entradas. As eliminações podem ocorrer de diferentes maneiras:

-STRIKEOUT: Quando o pitcher consegue três strikes contra um mesmo rebatedor é considerado strikeout e o jogador é eliminado. Um detalhe importante é que o 3º strike não pode ser um foul ball, a menos que o rebatedor tente um bunt e este torne-se foul.

-FLYOUT: Se após a rebatida, um jogador da defesa pega a bola sem que ela toque no chão, o rebatedor é automaticamente eliminado.

-GROUNDOUT: Se após a rebatida, um jogador da defesa pega a bola depois que ela toca o solo e lança até a 1ª base, onde exista outro defensor pisando nela e que agarre a bola, o rebatedor é eliminado, desde que ele ainda não tenha tocado a própria 1ª base.
OBS: também é possível eliminar jogadores nas outras bases. Para isso, deve haver um jogador da defesa pisando na base com a bola em seu controle e após isto um jogador do ataque toca na base, sendo assim eliminado.

-TAG OUT: Se um jogador da defesa encosta a bola num corredor, o adversário é automaticamente eliminado.

  

Lineup

No turno de ataque, os jogadores seguem uma ordem para tentarem as rebatidas. Eles são “enumerados” de 1 a 9 e devem seguir a ordem crescente para enfrentar o pitcher adversário. Sempre participarão, no mínimo, 3 rebatedores por entrada (visto que são necessárias três eliminações da defesa para ocorrer a troca de turnos). Após as três eliminações e seu turno defensivo, os jogadores continuam a seguir a ordem no “número” que havia parado na entrada anterior. Por exemplo: Na 1ª entrada de um jogo, o #1 é eliminado por strikeout, o #2 consegue uma rebatida simples, o #3 é eliminado por flyout e o #4 é eliminado por groundout. O time então vai para a defesa e consegue as três eliminações. Na 2ª entrada, o primeiro rebatedor será o #5 e assim sucessivamente. Após os nove jogadores passarem pelo bastão, a contagem recomeça e será novamente a vez do #1 tornar-se rebatedor. 

 

Rebatidas

Nos turnos de ataque, os jogadores do time viram rebatedores. Seu objetivo é conseguir uma rebatida válida. Basicamente, existem dois tipos de rebatidas: o swing normal, em que o jogador faz o movimento completo, e o bunt, no qual o jogador apenas bloqueia a bola, geralmente utilizado para impulsionar um companheiro de equipe que já esteja em base para a base seguinte. Para que se torne uma rebatida válida, é necessário que a bola vá para a parte considerada “dentro do campo” (fair) e que não ocorra uma eliminação no ataque.

Após o contato entre o taco e a bola, o rebatedor torna-se corredor. À partir daí­, seu objetivo é correr até a primeira base sem ser eliminado e ainda possibilitar que seus companheiros que estejam em base (caso haja algum) correrem até a(s) próxima(s) base(s). Quando um jogador chega em uma base sem ser eliminado, dizemos que ele está à salvo.

Uma rebatida válida pode ser:

-Simples: o rebatedor vai até a 1ª base com sua rebatida.

-Dupla: o rebatedor vai até a 2ª base com sua rebatida.

-Tripla: o rebatedor vai até a 3ª base com sua rebatida. 

-Inside the Park Home Run: o rebatedor vai até a 4ª base (home plate) com sua rebatida (muito rara de acontecer).

-Home Run: o rebatedor manda a bola para fora dos limites do campo (geralmente para as arquibancadas) numa área considerada válida, e todos os jogadores em base anotam a corrida (inclusive o rebatedor). Se ele rebater, a bola sair de campo numa área inválida, será considerada foul.

OBS: Caso o jogador realize uma rebatida em que a bola toque o chão ou no muro do campo e depois saia dos limites do campo, será considerada uma rebatida dupla automática e todos os jogadores em base avançarão duas bases, assim como o rebatedor.

  

Avançando Bases e Anotando Corridas

Como dito anteriormente, uma vez em base, o jogador está à  salvo. Ele permanecerá nesta base até que venha o próximo rebatedor de seu time e enfrente o pitcher adversário. Caso seu companheiro consiga uma rebatida válida, o jogador do ataque que estava na base deve correr para a base seguinte. No total são 4 bases, sendo que quando ele alcança a quarta base (home plate) à  salvo, ele anota uma corrida. As corridas são como pontos: o time que anotar mais corridas depois de nove entradas jogadas vence a partida.

Há ainda outras duas maneiras de conseguir avançar nas bases:

-Roubar base: o corredor pode tentar roubar a próxima base enquanto seu companheiro de time enfrenta o arremessador adversário. Para que o roubo ocorra, ele deve correr até a base seguinte, chagando nela à salvo. A defesa por sua vez, percebendo a tentativa de roubo deve tocar o corredor com a bola, antes que ele chegue na base.

-Erro: caso o time adversário cometa um erro na defesa, os corredores podem tentar correr e chegar à  salvo nas próximas bases.

 

Erros

Durante o jogo, podem ocorrer erros defensivos que favorecem o ataque adversário. Os erros mais comuns são:

-Lançamento errado (throw): sempre que um jogador da defesa lançar a bola para outro defensor de maneira errada, ou seja muito alta/baixa ou na direção errada, impossibilitando que o companheiro apanhe a bola, será considerado um erro. Caso o lançamento saia do campo, indo para a arquibancada, cada jogador do ataque avança automaticamente duas bases.

-Defesa perdida (fielding): sempre que um jogador de defesa não conseguir pegar a bola numa defesa relativamente fácil, será considerado um erro. Por exemplo, o rebatedor manda uma bola alta para o Right Fielder, que se posiciona e quando a bola está descendo ele não consegue efetuar a defesa (Flyout) e possibilita ao adversário chegar em base sem ser eliminado.

Caso o ataque anote uma corrida devido ao erro defensivo do adversário, o pitcher não será responsabilizado pela corrida (Unearned Run – confira no “Glossário”).

  

Placar

 O placar é bem simples de ser entendido. Vamos nos basear na figura abaixo:

 

Placar

Para facilitar a visualização, dividimos o placar em 5 partes, representadas por cores diferentes.

-Em VERDE ficam os nomes das equipes. Neste caso, são as iniciais de Arizona e New York.

-Em AMARELO, abaixo dos números 1 até 9, fica a quantidade de corridas anotadas por cada equipe nas entradas. Neste caso, New York anotou 4 corridas na 4ª entrada, uma na 5ª e mais 4 na 8ª. Repare que há um “x” na nona entrada, pois New York Mets já haviam ganho a partida, já que Arizona não teria mais passagens pelo ataque.

-Em AZUL, abaixo da letra R, fica o número total de corridas anotadas por cada time durante o jogo. Neste caso, Arizona anotou 6 corridas, enquanto New York anotou 9.

-Em PRETO, abaixo da letra H,  fica o número total de hits conseguidos por cada time. Neste caso, Arizona conseguiu 9 hits, enquanto New York conseguiu 12.

-Em ROXO, abaixo da letra E, fica o número total de erros cometidos por cada time. Neste caso, Arizona cometeu um erro e New York nenhum.

 

Para entender melhor…

Agora você já sabe o básico do beisebol. Para esclarecer suas dúvidas e entender melhor como o esporte funciona, recomendamos que:

- Assista aos jogos. Com certeza em pouco tempo você entenderá melhor o esporte. A ESPN passa jogos, com a narração de Everaldo Marques e comentários de Paulo Antunes!

- Jogue jogos de videogame de beisebol. Existem bons jogos (alguns disponí­veis para baixar) que ajudarão você.

- Visite a página “Glossário” aqui do Blog para entender as expressões e abreviações do beisebol.

- Deixe um comentário com suas dúvidas que o Blog do Beisebol terá a maior honra em respondê-las! Sugestões também são bem-vindas!